Fique de olho nos clássicos sinais de ansiedade, tais como aperto no peito e respiração ofegante.

Sintomas de ansiedade e depressão

Ansiedade e depressão são comuns e são reações comuns ao estresse. O fator que estimula o estresse de forma contínua e persistente encontra-se onde os problemas estão. A pessoa se vê consternada e sem saída. A pessoa que está à beira de um colapso nervoso fica emotiva e pode até vivenciar episódios de choros incontroláveis.

Dormir de mais ou de menos

Alterações do sono também são um sinal de alerta. Alguns descobrem que vão dormir muito tensos. Dormir se torna uma válvula de escape. Outros podem desenvolver insônia, porque seus cérebros estão sobrecarregados. Eles podem passar a noite acordados remoendo e ensaiando mentalmente situações que não têm solução.

Fadiga

Cansaço excessivo também pode ser uma pista de que você atingiu seu nível máximo de estresse. Você pode até sentir seu corpo fraco. Atividades antes desempenhadas com facilidade passam a ser extremamente difíceis de ser executadas. Coisas que antes te traziam alegria podem perder a graça, inclusive o sexo. Perda da libido é comumente relacionada ao estresse.

Mudanças nos hábitos alimentares

Talvez você não esteja comendo ou talvez esteja comendo demais. O cortisol, hormônio do estresse, é o gatilho do desejo por alimentos calóricos e com muito açúcar. Além disso, quando se está no meio de um colapso, você pode se sentir menos motivado a preparar comidas saudáveis. O estímulo para cuidar de si mesmo é menor do que seria normalmente.

Dor física

Dor de cabeça e dor de estômago. Para algumas pessoas, pode ser diarreia ou constipação. Não é segredo algum que o estresse pode afetar o intestino. Já se sabe que o estresse causa uma série de problemas digestivos.

Confusão mental

Você está tendo problemas para se concentrar? Ou só sente que não está conseguindo pensar com clareza? É comum a ocorrência de problemas cognitivos durante um colapso nervoso. Esses problemas podem incluir dificuldades de resolver problemas, indecisão, desorientação e até perda de memória.

Problemas respiratórios

Também fique de olho nos sintomas clássicos da ansiedade, tais como aperto no peito e respiração ofegante. Respirar de forma rápida e curta pode potencializar a resposta do corpo ao estresse. Um exercício de respiração desenvolvido para acalmar a respiração pode proporcionar alívio rápido.

LEAVE A REPLY